11 de nov de 2018

no rio de janeiro
cabra cega,
de cacau vilardo


Suspense e aventura na cidade de Vassouras
Mistura de thriller à brasileira com romance de formação, Cabra-cega
conta a história de um garoto que se depara com segredos ao redor da própria família

Lançamento no dia 11/11, domingo, às 17 horas, na
Livraria Argumento do Shopping Rio Design Barra

Ed é um garoto muito inteligente e curioso, mas menos valente do que gostaria. Ele está de férias na casa dos avós, em Vassouras, onde costuma gastar as tardes jogando pelada ou participando dos campeonatos de cuspe a distância. Ir para os lados da estrada de terra é proibido. Assim como é proibido indagar sobre quem é Coxo, o velho de pés tortos, cego e com cicatrizes profundas que fazem dele uma mistura de Coringa com Duas Caras.

Naquele verão, porém, a curiosidade de Ed está mais aguçada do que o normal. E uma sequência de acasos faz com que fique ainda mais incontrolável o desejo de desvendar os segredos que parecem rondar a cidade. Quem é Coxo, afinal? É verdade que cometeu um crime no passado? Quem é a mulher lindíssima que ajuda Ed a se levantar de um tombo, e que mora no casarão amarelo misterioso?

Logo a argúcia e as investigações do garoto vão fazê-lo desconfiar que muito daquele mistério aponta, surpreendentemente, para sua própria família. Há algo no passado de seu avô, que a tristeza de sua avó não consegue de todo esconder. Há muito a descobrir — e parte dessas descobertas podem apontar para fatos dolorosos e trágicos do passado.

Com uma trama que deixa o fôlego do leitor em suspenso da primeira até a última linha, Cabra-cega é um delicioso thriller à brasileira. E é, também, um romance de formação. Romance breve, voltado ao público infantojuvenil, que resgata o melhor da tradição ficcional brasileira em retratar as peripécias de jovens experimentando a transformação do amadurecimento. Envolto em reviravoltas e em revelações, Ed acaba se deparando com o fato de que a vida não é exatamente um embate entre o bem e o mal. E que as pessoas e relações nem sempre cumprem o roteiro que haviam planejado.
         
TRECHO
Antes do sol pegar no sono, os moleques paravam o jogo e todos nós íamos pro início de uma estrada de terra que ficava ao lado do campo de futebol. Lá, a gente esperava pelo Coxo, um homem meio velho e de pés tortos. O Coxo era cego. Cicatrizes profundas desenhavam o seu rosto. Ele era uma mistura de Coringa com Duas Caras. Todo dia, o Coxo aparecia na estrada de terra andando na direção do centro da cidade.

Diziam que ele tinha cometido alguns crimes quando mais jovem, coisas que garoto novo não devia saber. Todos os moleques tinham medo do Coxo.

Quando ele passava, a molecada fazia silêncio. A gente olhava o arrastar da perna dele. Os pés tortos rabiscavam o barro da estrada. Quando o Coxo parava, todos os moleques brincavam de estátua.
Silêncio.

A AUTORA
Cacau Vilardo nasceu no Rio de Janeiro, formou-se em letras, formação do ator e direito. Além dos livros Era uma vez... e Vôvó, é também autora dos contos "Mulher de 50" e "A alcoviteira", que ganhou o 3º lugar no Prêmio Paulo Britto de Prosa e Poesia. Colaborou com o roteiro do curta-metragem A Má Notícia, selecionado para o 16º Festival de Filmes de Tiradentes. É membro do Vancouver Writers Fest, ministrante de workshops de storytelling e palestrante em feiras de livros e escolas.

Título: Cabra-cega
ESCRITA FINA EDIÇÕES / GRUPO EDITORIAL ZIT
Autora: Cacau Vilardo
Público-alvo: a partir de 12 anos
Páginas: 144
Dimensões: 14x21cm
ISBN: 978-85-7933-162-6
Preço: R$32,30
À venda nas livrarias ou na loja virtual Fokaki.

Serviço lançamento: dia 11 de novembro, domingo, às 17 h
Local: Livraria Argumento - Shopping Rio Design Barra
End.: Av. das Américas, 7777 – loja 326. Tel.: (21) 2438-7644

Assessoria de imprensa: Nanda Dias e Nani Santoro
nandadias15@uol.com.br | (21) 2490-5354 | 99764-0655
nanisantoro@gmail.com| (21) 3324-5200 | 99855-1939




fôlego,
de abel silva


Novo livro de poemas de ABEL SILVA
celebra os 50 anos de carreira do poeta e compositor

O livro será lançado no dia 13/11, terça-feira, a partir das 19 horas,
no Bar Belmonte do Jardim Botânico

Abel Silva iniciou sua vida de poeta na literatura e na música em 1967/68 com o lançamento da canção "Eu Chego", lá em parceria com João do Vale. Em seguida, o lançamento da Revista literária Anima, em parceria com o poeta tropicalista Capinam e o seu primeiro livro de poesia Asas. E lá se vão 50 anos de estrada, com mais de 300 músicas compostas e 10 livros lançados.

Fôlego, escrito neste ano de 2018, juntamente com o recém-lançado CD O encontro inédito, de Roberto Menescal e Abel Silva, chegam agora ao mercado para celebrar os seus 50 anos de carreira. "Estes trabalhos desenham esse caminho de paixão, alegria e espinhos, opção e destino de uma vida", comemora Abel.

O livro, que sai pela Editora 7Letras, traz 70 poemas que falam de amor, esperança e temas atualíssimos que abordam a dura realidade brasileira e mundial como "Born in the USA" (serial killer), "Anátema" (sobre a tragédia ambiental de Mariana) e "Educação".

Trecho de Born in the USA:

...."Se está na América
ele vai a um balcão
e compra uma arma.
Ele é mais um homem triste
com seu fuzil.
Um homem feliz
jamais compra uma arma
para guardar em casa.
Ele sabe que não se guarda a morte
numa gaveta da cômoda
num canto do armário,
porque um dia ela vai escapar..."

Sobre a escolha do nome de sua décima obra poética ininterrupta, explica Abel: "Um poeta precisa de fôlego, disse o meu médico, confirmando a necessidade da cirurgia de desvio de septo. A frase teve um impacto dramático de sentença, e a data foi imediatamente marcada, como também decidido ali o título do novo livro: Fôlego. A ausência do nome estaria emperrando a sua finalização, exatamente como o obstáculo nasal me impedia a livre respiração! Hoje, de fôlego renovado, eis-me aqui, até quando a palavra me abrir os caminhos".

Abel Silva tem exercitado com muito mais frequência os palcos, onde mistura sua poesia literária com as letras das canções, muitas delas bem conhecidas do público como "Jura Secreta", em parceria com Sueli Costa, "Simples Carinho" e "Brisa do Mar", com João Donato, "Desenho de Giz" e "Quando o amor acontece", com João Bosco, "Asa Partida", com Fagner, "Festa do Interior", com Moraes Moreira, entre tantas outras, eternizadas nas vozes de grandes artistas como Nana Caymmi, Gal Costa, Elis Regina, Bethânia, Elba Ramalho, Emílio Santiago, Chico Buarque, Djavan, Barbra Streisand, Lucho Gatica, MPB4, Xitãozinho e Chororó.

Lançamento: Fôlego, de Abel Silva
Data:13 de novembro, terça-feira, a partir das 19 horas
Local: Bar Belmonte (End. Rua Jardim Botânico 617)
Editora 7Letras
Páginas: 88
Preço do Livro: 39,00
Saiba mais sobre Abel Silva, clique aqui.

Assessoria de imprensa: Nanda Dias e Nani Santoro
nandadias15@uol.com.br | (21) 2490-5354 | 99764-0655
nanisantoro@gmail.com| (21) 3324-5200 | 99855-1939
  



em são paulo
o amor, esse obstáculo,
de micheliny verunschk







programa para tradutores:
inscrições abertas







em lisboa
peixe papiro e os fios do anagrama,
de beatriz h. ramos do amaral