14 de out de 2016

em são paulo
sarau poesia com pecado
curadoria francesca cricelli & vitor miranda


Maria Helena Serrano e os poetas Francesca Cricelli e Vitor Miranda convidam para o primeiro Sarau Poesia com Pecado, na quarta-feira, dia 19 de outubro, a partir das 20h, na Quinto Pecado Doces Artesanais: Rua Coronel Artur de Godoi, 12 - Vila Mariana. Francesca Cricelli e Vitor Miranda são os curadores desses encontros, que começam com a conversa e apresentação de alguns convidados e suas leituras. Depois disso, o microfone será aberto para todos os participantes. Tragam poemas seus e de outros poetas! Na primeira edição, os poetas convidados são Ana Rusche, Samuel Luis Borges e Geruza Zelnys.




olá, pequeno monstro do dia,
de claudinei vieira


Editora Benfazeja e Patuscada — Livraria, Bar & Café convidam para o lançamento do livro Olá, pequeno monstro do dia, de Claudinei Vieira. O evento ocorrerá na quarta-feira, dia 19 de outubro, a partir das 19h30 com entrada franca. O livro estará à venda por R$ 30,00 [dinheiro, cartão de crédito e débito]. Outros livros da editora e de parceiros estarão disponíveis também com desconto para "pacotes". Quem não puder comparecer ao evento tem a opção de comprar pelo site e receber o livro autografado após o lançamento. Para isso, clique aqui.

Data: 19/10 [quarta-feira]
horário: 19h30
Preço de lançamento: R$ 30,00
Local: Patuscada — Livraria, bar & café
Rua Luís Murat, 40 - Vila Madalena




meninos em fúria,
de marcelo rubens paiva
& clemente tadeu nascimento







em joão pessoa
zarabatana,
de anna apolinário







em curitiba e no rio de janeiro
o cambista do cais do porto &
caçadores, vigaristas e banqueiros suíços,
de j. c. de toledo hungaro



Quatro anos após estreia na literatura, João Celso de Toledo Hungaro lança dois thrillers de uma só vez na Livraria da Vila, em Curitiba, dia 17/10 e na Travessa de Ipanema, no Rio, dia 19/10

João Celso de Toledo Hungaro não é um homem de meias palavras e rejeita tudo o que é insosso. Seus livros não seriam diferentes. Autor de Selva! Amazônia Confidencial, uma história envolvente de garimpo ilegal, picaretagem internacional e grandes amores, baseada em fatos reais, J. C., como prefere assinar, lança dias 17/10 e 19/10, na Livraria da Vila, em Curitiba e na Livraria da Travessa Ipanema, no Rio, respectivamente, dois thrillers que voltam a prender o fôlego dos leitores: O cambista do cais do porto e Sobre caçadores, vigaristas e banqueiros suíços (Kwabb-Fortec  Editora).

O CAMBISTA DO CAIS DO PORTO
Um refugiado da Europa destruída com a Segunda Guerra Mundial resolve descer da terceira classe de um navio ancorado no cais da Praça Mauá, no Rio de Janeiro, para tomar um café. O encontro com o povo da praça, choferes de carros de aluguel, prostitutas, vendedores de toda sorte de mercadorias e demais membros da fauna portuária, dão a Jacobo Abrahann Marttuz a primeira chance de encontrar um lar. Em O cambista do cais do porto, J. C. de Toledo Hungaro conta as aventuras desse homem que, em vez de seguir viagem para Montevidéu e localizar seu único parente vivo, é lançado aos palácios corporativos do mundo financeiro internacional e e às suas armadilhas, permanece incorruptível na lealdade ao povo que o acolheu no Brasil, e ama duas mulheres.

SOBRE CAÇADORES, VIGARISTAS E BANQUEIROS SUÍÇOS
O intrépido Fernando de Aranjuez, protagonista de Selva! Amazônia Confidencial, volta agora mais velho, mais cínico, mais descrente, mais machista e ainda mais irresistível. Na pele de Aranjuez, o autor revela, com uma precisão ímpar e a prosa dos grandes ficcionistas, tudo o que escutou, ou até testemunhou, em rodadas de negociações multinacionais e na defesa de clientes contra organizações golpistas, expondo as mazelas do charmoso mercado financeiro internacional.

SOBRE O AUTOR
J. C. de Toledo Hungaro nasceu em São Paulo e foi criado no Rio de Janeiro. Começou a escrever ficção em 1998, mas só lançou o primeiro livro em 2012: Selva! Amazônia Confidencial. Viveu a maior parte de sua vida profissional no exterior e há 20 anos reside Montevidéu, onde se dedica especialmente às palavras no frio intenso dos invernos austrais e rigosoros do extremo sul da América Latina e na proteção absoluta de sua cabana.

SERVIÇO
Duplo lançamento de J.C. de Toledo Hungaro

Dia/hora: 17 de outubro, das 18h30 às 21h30
Local: Livraria da Vila - Av. do Batel, 1868 - Loja 314 - Batel

Dia/hora: 19 de outubro, a partir das 19h
Local: Livraria da Travessa – Rua Visconde de Pirajá, 572 - Ipanema

O CAMBISTA DO CAIS DO PORTO
Editora: Kwabb-Fortec
Autor: J. C. de Toledo Hungaro
Págs: 350
Preço: R$ 39,90

SOBRE CAÇADORES, VIGARISTAS E BANQUEIROS SUÍÇOS
Editora: Kwabb-Fortec
Autor: J. C. de Toledo Hungaro
Págs: 413
Preço: R$ 39,90




na web
laboratório de criação poética,
por claudio daniel


O Laboratório de Criação Poética é um curso teórico e prático de criação poética realizado à distância, via Skype, ministrado por Claudio Daniel, que tem como objetivo apresentar aos alunos conceitos sobre o fazer poético, formulados por autores como Edgar Allan Poe, Ezra Pound, Paul Valéry, Vladimir Maiakovski, Haroldo de Campos, entre outros, propor exercícios de criação poética, estimular os alunos a desenvolverem os seus projetos literários pessoais, além de oferecer dicas sobre como publicar o primeiro livro e iniciar a carreira poética.

O curso é realizado nos seguintes horários: SEGUNDAS-FEIRAS, das 14h às 15h30, TERÇAS-FEIRAS, das 11h às 12h30, QUARTAS-FEIRAS, das 14h às 15h30, QUINTAS-FEIRAS, das 16h às 17h30 e das 20h às 21h30, SEXTAS, das 14h às 15h30, e SÁBADOS, das 15h30 às 17h.

Cada aluno poderá fazer quantas aulas desejar nestes horários e a mensalidade é de R$ 100,00.

A página do Laboratório está aqui.

Quem estiver interessado no curso poderá enviar e-mail para o professor: claudio.dan@gmail.com.

Claudio Daniel é doutor em Literatura Portuguesa pela Universidade de São Paulo (USP). Curador de Literatura e Poesia no Centro Cultural São Paulo entre 2010 e 2014. Colaborador da revista CULT. Editor da Zunái, Revista de Poesia e Debates. Publicou os livros de poesia Sutra (1992), Yumê (1999), A sombra do leopardo (2001), Figuras Metálicas (2005), Fera Bifronte (2009), Letra Negra (2010), Cores para cegos (2012), Cadernos bestiais (2015), Esqueletos do nunca (2015), Livro de orikis (2015) e o livro de contos Romanceiro de Dona Virgo (2004). Como tradutor, publicou a antologia Jardim de camaleões, A Poesia neobarroca na América Latina (2004), entre outros títulos. Em Portugal, publicou a antologia poética pessoal Escrito em Osso.




em nova friburgo
flinf


Tem início nesta sexta-feira, 14, indo até domingo, 16, a primeira edição da FLINF, Festa Literária de Nova Friburgo, organizada por Conectivos Curadoria. O grande homenageado será o escritor Zuenir Ventura. Clique aqui e veja a programação completa da Festa.




em belo horizonte
vernissage de primavera,
exposição de silvana de menezes







flic 4
debate: adriane garcia & tadeu sarmento
mediação: ana elisa ribeiro






a história do mico estrela,
de gina borges