12 de set de 2016

em araxá
cadela prateada,
de líria porto


Lançamento na Fliaraxá, em 17 de setembro




fliaraxá
v festival literário



Mais informações: www.fliaraxa.com.br




em belo horizonte
crônicas para amar,
de evaristo magalhães







conferência municipal de leitura,
literatura, livro e bibliotecas
[coord. rogerio zola santiago]


Recado do jornalista e escritor Rogerio Zola Santiago: "Participem de nossa luta pelos Escritores Independentes (sem apoio oficial), por mais atenção aos idosos nas bibliotecas (projeto de Leslie Ceotto Deslandes) com maior inclusão literária. Pelos cidadãos indígenas e afro-indígenas, negros, pelas mulheres, pelos civis sem apoio oficial. Uma luta! Faça sua inscrição no Centro de Referência da Juventude: Praça da Estação, dias 16 de setembro, de 18h em diante e a partir de 8h do dia 17. Em seguida às inscrições no sábado, teremos a finalização, com sua importante participação e voto, do Plano de Literatura, Livros, Leitura e Bibliotecas. Para mais informações, liguem para mim, tels.: (31) 3344-7739 ou 99854-4568 da Vivo, após às 13h. Darei detalhes sobre como fazer suas inscrições. Precisamos de sua presença e apoio! Atenção: no dia 17 de setembro, de 13h às 15h haverá um sarau artístico com escritores independentes e outros talentos. Estamos fazendo a programação. Quer participar? Vamos compor e fechar a programação. Aberto a todos os leitores e artistas plásticos, como Iara Abreu, que tem belo trabalho de poesia e artes plásticas conjugadas, e que estará presente em nosso sarau".




agenda de setembro da
academia mineira de letras


 
14/9, às 19h30
Sessão da saudade em homenagem ao acadêmico José Crux Rodrigues Vieira. Entre os oradores, o escritor Luís Giffoni; o filho do homenageado, desembargador José Marcos Rodrigues Vieira, e Wolmar Olímpio Nogueira Borges, representando o Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais.

15/9, às 19h30
400 anos da morte de Shakespeare e Cervantes — lançamento de obra coletiva escrita sobre o tema e organizada pelo professor Fernando José Armando Ribeiro, da PUC Minas.

19/09, às 19h30
Aida Marques, O Cinema de Nelson Rodrigues.

21/9, às 17h
Sessão em homenagem ao centenário de nascimento do acadêmico Hélio Armond Werneck Cortes. Entre os oradores, o juiz Bruno Terra Dias, o desembargador Lúcio Urbano e o advogado José Anchieta da Silva.

22/9, às 19h30
No centenário de Campos de Carvalho, com a professora Raquel Beatriz Junqueira Guimarães, da PUC Minas.

26/09, às 19h30
Mario Alves Coutinho, Cinema moderno e literatura.

27/09, às 19h30
Lúcia Castello Branco, Literatura, fulgor do real.

28/09, às 19h30
Geraldo Veloso, Cinema e Literatura — Interações e Distinções.

Todos os eventos têm entrada gratuita.

Academia Mineira de Letras
Rua da Bahia, 1466 - Centro
Belo Horizonte - MG




alguns setembros &
casaca de republicano,
de augusto dos santos







em paris e londres
canalzinho


 
Segundo Nara Vidal, uma das organizadoras: "em setembro, começa a primeira edição do Canalzinho, agito cultural cujo pontapé foi dado por mim. Como disse uma amiga, o Canalzinho não é um evento: é um movimento. Começamos em Paris, seguimos pra Londres e depois rodamos, feito artistas, levando o que nos importa para além da Mancha! Em Paris, dia 16 de setembro, sexta-feira, damos início ao movimento com um lançamento dos meus livros na Livraria Portuguesa e Brasileira. No dia seguinte, sábado, estaremos o dia inteiro nas belíssimas galerias do Espace Krajcberg em Montparnasse. Espalhem a iniciativa. Não há o que não gostar. Contem pros amigos que moram por aqui. Vamos fazer acontecer! São os pequenos brasileiros da Europa tendo acesso ao que é produzido no Brasil. Em Paris nada, nada seria possível sem o Centre Culturel du Brésil que organiza o evento do outro lado do Canal, representado pela querida Juliane Oliveira".




no rio de janeiro
rio visto do mar /
rio seen from the sea,
de rico sombra


Fotografias descortinam paisagens arrebatadoras e poéticas do Rio de Janeiro
Imagens flagradas por Rico Sombra e reunidas em livro
apresentam a cidade de um ângulo inusitado: de dentro do mar

LANÇAMENTO NO DIA 15/09 NA LIVRARIA DA TRAVESSA, IPANEMA, RJ

Diminuto, porém inconfundível, o Pão de Açúcar parece boiar dentro uma bola de gude metade verde, metade azul,  rajado de branco. A espuma castanha cria uma textura de aspecto lunar; ao fundo, banhistas dão a impressão de que caminham sobre as águas. Saindo do oceano, um arco-íris passa rasante pelo Dois Irmãos. O loop da onda desenha o contorno de um coração — no centro, uma nesga de montanha. Outra onda se espatifa contra a pedra — do outro lado, a orla da Prainha reluz. 

Estas são tentativas de descrever algumas das imagens de Rico Sombra, fotógrafo que, na última década, dedicou-se a flagrar imagens do Rio de Janeiro imerso num espaço inusitado: o oceano. São, porém, tentativas falhas, porque nenhuma descrição textual seria capaz de narrar o assomo de belezas e sustos que pulsam nessas fotografias, reunidas no livro bilíngue Rio visto do mar.

Munido de técnica, paciência, espírito aventureiro e muita sensibilidade, Rico nos revela um espaço aquático exuberante e diverso, capaz de reservar surpresas mesmo aos que acreditam já conhecer sua intimidade. São imagens arrebatadoras em seus detalhes poéticos e em seus desenhos inusitados. Flagrantes que revelam um Rio de Janeiro imprevisível, ora delicadíssimo, ora brutal. Um Rio, aliás, que se estende para além do óbvio. Abrange Leblon, Ipanema e Copacabana, mas também Ramos, Niterói, Recreio. Contempla a silhueta de frequentadores típicos: surfistas, banhistas, pescadores, prédios margeando o calçadão. Mas também perscruta o que é, hoje, raro. Uma concha em meio à água poluída. Um cachorro mirando a enseada. O Museu de Arte Contemporânea de Niterói jorrando suas luzes sobre os contornos marinhos, quase alienígena.

Acompanhando as fotografias de Rico Sombra, breves textos poéticos de Gabi Temer dão pistas da experiência sensorial que resulta da contemplação dessas páginas. "Quando o mar fala com / a pedra, e a pedra fala / com o sol, é uma canção / que fazem, uma música com / a cadência própria de uma / montanha em movimento", diz uma delas.

O autor
Rico Sombra nasceu no Rio de Janeiro de frente pro mar e tem orgulho de ser carioca. Formado em administração de empresas e fotografia, transferiu seu escritório para a praia. É fotógrafo outdoor especializado em foto de natureza e subaquática. Viaja pelo mundo e pelos lugares mais remotos em busca do clique perfeito, e há mais de 10 anos se dedica a capturar imagens do mar e paisagens. Tem um blog de viagens — Juju na Trip —, um canal de fotografia no site da revista Veja Rio e publica suas imagens em jornais, revistas, concursos e exposições.

Título: Rio visto do mar / Rio seen from the sea
Autor das fotografias: Rico Sombra
Autora dos textos: Gabi Temer
Tradutoras: Maria Julia Temer e Luiza Armelau
Páginas: 132
ISBN: 978-85-5908-003-2
Preço: R$89,90
Dimensões: 25x23cm
Livro bilíngue

Serviço de lançamento
Data: 15 de setembro, quinta-feira
Horário: a partir das 19h
Local: Livraria da Travessa - Ipanema
End: Rua Visconde de Pirajá, 572 – Ipanema
Telefone: (21) 3205-9002

TINTA NEGRA BAZAR EDITORIAL
Assessoria de Imprensa:
Nanda Dias e Nani Santoro
nandadias15@uol.com.br | (21) 2490-5354 | 99764-0655
nanisantoro@uol.com.br | (21) 3324-5200 | 99855-1939




em são paulo
antígona, intriga, enigma:
sófocles lido por hölderlin,
de kathrin rosenfield







em juiz de fora
festival de bandas novas 2016