17 de fev de 2016

em belo horizonte
outros cantos,
de maria valéria rezende








academia mineira de letras:
IV encontro luso-afro-brasileiro









em são paulo
festa de aniversário
patuá: 05 anos!


A festa será realizada no dia 20/02 a partir das 14h no Patuscada — Livraria, bar & café

No próximo dia 20/02 a Editora Patuá comemorará seus 05 anos de atividades editoriais e literárias, com mais de 350 títulos e autores publicados, além de ter recebido alguns dos maiores prêmios literários do país (duas vezes vencedora do Prêmio São Paulo de Literatura e terceiro lugar no Prêmio Jabuti, na categoria Poesia) ou constar entre os finalistas e semifinalistas em prêmios como Oceanos / Portugal Telecom e Jabuti.

A festa será realizada a partir das 14h no Patuscada — Livraria, bar & café — espaço cultural independente, criado para receber leitores e autores.

A entrada para o evento é gratuita e os livros estarão à venda a partir de apenas R$ 5,00. E além da presença dos autores da Patuá, serão lançados livros de autores de outras editoras (Scriptum, Letramento, Jovens Escribas e Bartlebee).

Outras informações sobre a festa na página do evento: www.facebook.com/events/1688691581409763

Serviço
Festa de 05 anos da Editora Patuá - www.editorapatua.com.br
Dia 20/02, a partir das 14h e sem hora para acabar
No Patuscada - Livraria, bar & café - Rua Luis Murat, 40 - Vila Madalena - São Paulo
Entrada gratuita - livros à venda com desconto e cerveja gelada





onde foram parar meus guarda-chuvas,
de ubirathan do brasil








em amparo/sp
o rei condenado à morte &
outras histórias, de edmar monteiro filho








no rio de janeiro
literatura, cultura e consumo: o valor da letra,
com manya millen, antonio carlos secchin, alexandre
faria e ana cláudia viegas, entre outros

manya millen | antonio carlos secchinalexandre faria | ana cláudia viegas

Autores premiados, editores, produtores culturais e críticos
debatem caminhos para uma maior circulação da literatura no Brasil

De 23 a 26 de fevereiro de 2016 (terça-feira a sexta-feira), a CAIXA Cultural Rio de Janeiro promove o ciclo de debates Literatura, cultura e consumo: o valor da letra, com a participação de 11 convidados, entre escritores, pesquisadores, produtores culturais e editores. O projeto é da Veredas Promoções Culturais com curadoria de Clarisse Fukelman e Claudia Chigres, professoras da PUC-Rio.

Durante quatro noites, serão discutidos temas como modos de conservação e disseminação da leitura; modelos de biblioteca pública; patrimônio literário nacional; mercado editorial; ações pela internet; eventos; formas de consumo e tipos de interesse de jovens gerações; e o espaço da crítica. As mudanças trazidas com a comunicação digital e como a literatura sobrevive nesse contexto também serão assunto de debate.

Com abordagens provocativas sobre a difusão da literatura, foram convidados para o evento os escritores Alberto Mussa, Marco Lucchesi, Antonio Carlos Secchin e Alexandre Faria; os jornalistas Manya Millen e Júlio Ludemir; e os professores João Cézar de Castro Rocha, Elisa Campos Machado e Ana Claudia Viegas. Como mediadores, o evento contará com Bethânia Mariani, doutora em Linguística pela UNICAMP; Giovanna Dealtry, doutora em Estudos Literários pela PUC-Rio; e as duas curadoras do projeto.

A curadora Clarisse Fukelman ressalta a importância de se fomentar o debate sobre literatura diante da necessidade de uma política cultural que priorize a reflexão sobre a literatura e sua reintegração aos hábitos familiares e sociais em geral. "O argentino Jorge Luis Borges afirmou: 'Sempre pensei que o Paraíso fosse uma espécie de biblioteca'. Entretanto, uma multidão se acha excluída do mundo da literatura, não capta seu papel político, sua força imaginária, sua capacidade de estimular a compreensão humana. O baixo letramento e o domínio da linguagem visual indicam a complexidade da questão", comenta.

Os debates terão entrada franca mediante retirada de senha, na bilheteria, a partir de uma hora antes de cada debate.

Programação
23 de fevereiro (terça-feira)
18h30A palavra que voa: literatura e imaginário
O imaginário é essencial à criação artística, que se movimenta, em diferentes níveis, entre o racional e o sensível; o individual e o coletivo; o passado, o presente e o futuro. Na literatura, o imaginário estabelece, com a palavra, transgressões de linguagem, subversões, invenções, reconfigurando a realidade e conectando-se a outras artes e experiências de vida.
Debatedores: Alberto Mussa e Marco Lucchesi.

24 de fevereiro (quarta-feira)
18h30 – Palavra sobre palavra: crítica e literatura
A crítica se debate entre o declínio de suplementos literários impressos e cadernos especializados, de um lado, e os espaços de circulação eletrônicos. Quem legitima a crítica? De que forma a universidade se divide entre demandas do mercado e a autonomia do pensamento acadêmico? Que obstáculos há, hoje, na interlocução entre crítica e público leitor?
Debatedores: João Cézar de Castro Rocha e Manya Millen.

25 de fevereiro (quinta-feira)
18h30 – Modos de preservação e circulação da literatura
Há diversas formas de pensar o patrimônio e atuar em relação a ele. Não há como desvincular leitura e patrimônio literário e ambos de condições para o acesso ao livro. Entre prédios em ruínas e novas tecnologias, cobra-se do poder público clareza sobre política do livro e de difusão da literatura, a nível nacional e internacional. Enfatizamos questões relacionadas à criação e manutenção da bibliotecas, iniciativas individuais de conservação, colecionismo e valorização da literatura como patrimônio.
Debatedores: Antonio Carlos Secchin e Elisa Campos Machado

26 de fevereiro (sexta-feira)
18h30 – Novas mediações: internet, pequenas editoras e modelos de feira literária.
Apesar da democratização virtual de expressões literárias, falta definição sobre a circulação de obras, evitando a tentativa de simplificar ou censurar clássicos e equilibrando forças entre megaeditoras e pequenos selos, na escolha do que lançar e o que traduzir. Na área cultural, ciclos de debate e festivais se firmam como canais alternativos para tais discussões.
Debatedores: Alexandre Faria, Ana Claudia Viegas e Júlio Ludemir

Serviço
Literatura, cultura e consumo: o valor da letra
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 1
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)
Telefone: (21) 3980-3815
Data: 23 a 26 de fevereiro (terça a sexta-feira)
Horário: 18h30
Entrada franca: senhas na bilheteria a partir de meia hora antes do início do evento.
Classificação Indicativa: Livre
Acesso para pessoas com deficiência
Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal