30 de out de 2017

em porto alegre
eletrocardiodrama,
de germana zanettini








em belo horizonte
dia rummond
coord. josé eduardo gonçalves e
thaís guimarães







anticorpo,
de bruna kalil othero







folhetos de cordel portugueses:
coleção arnaldo saraiva,
na academia mineira de letras







em novo horizonte
exposição asas & devaneios,
de chico lopes


Novo Horizonte/SP virou centenária em 28 de outubro. Entre os festejos de comemoração, está programada uma exposição, Asas & Devaneios, do escritor e pintor Chico Lopes, que nasceu na cidade em 6 de maio de 1952.

Chico Lopes teve atividade de pintor desde menino em sua terra natal, onde se iniciou na arte com Jovelina Pereira. Mais tarde, recebeu orientações e apoio de artistas como Maria Gilda Florence de Biasi, Dalmo Florence e Darcy Penteado. Em Novo Horizonte, por onde viveu 40 anos, fez várias exposições, coletivas e individuais, em locais como o Recreativo Tênis Clube, Banco do Brasil e feiras de arte da Praça Rio Branco (hoje Euclides C. Castilho) nos anos 1980.

Sua carreira de pintor teve várias fases, assinaladas pelo impressionismo nas paisagens e pelo expressionismo e surrealismo em quadros de livre fantasia. Sua marca, para muitos, são a constante presença dos pássaros (imaginários ou não), mas sua versatilidade permitiu-lhe trabalhar também com retratos, cartuns, caricaturas e trabalhos de ilustração. Destacou-se nacionalmente em 1978, na exposição de desenhos a esferográfica na Fundação Cultural de Curitiba.

O artista vai exibir cerca de 50 quadros, de várias fases de sua carreira, nessa mostra pelos 100 anos da cidade. A exposição terá abertura com coquetel no dia 4 de novembro às 20h no Centro Cultural Gino de Biasi Filho (Rua Carvalho Leme, 534 - Centro) e os amigos de Novo Horizonte e de toda parte estão convidados.




em fortaleza
conversando com poetas:
fabiano calixto