14 de jul de 2017

em belo horizonte
um lugar cheio de ninguém,
de marcelo xavier


Um Lugar Cheio de Ninguém é o 21º livro de Marcelo Xavier, o 16º voltado para as crianças. Depois de sete anos, MX volta ao universo infantil explorando as aventuras de um garoto por um cenário onírico de uma cidade sem pessoas. Para comemorar esse retorno, uma grande festa com apresentação de teatrinho lambe-lambe, oficina de massinha e muito mais.

O evento marca também o aniversário de um clássico da criançada. O Dia a Dia de Dadá completa 30 anos encantando gerações e ganha uma nova edição comemorativa.

Marcelo Xavier nasceu em Ipanema, interior de Minas Gerais, em 1949. Viveu por lá até os cinco anos, quando se mudou para Vitória. Passou toda a infância no Espírito Santo e em 1961 veio para Belo Horizonte, onde mora até hoje. É formado em Publicidade pela PUC Minas e artista plástico autodidata. Já fez muitas coisas na vida. Ilustrou livros, criou e realizou inúmeros projetos gráficos, produziu e dirigiu programas para a televisão, trabalhou em publicidade, com cenografias, figurinos e adereços para espetáculos de teatro, música, dança e carnaval.

O trabalho, com ilustração tridimensional, que desenvolve desde 1986, é uma síntese de tudo isso: personagens e objetos de cena são moldados em massa plástica, montados em pequenos cenários e fotografados.

Com o livro Truques Coloridos, só com imagens feitas com massinha de modelar, estreou como autor para crianças. Entre suas obras estão O dia a dia de Dadá, Tem de tudo nesta rua, Asa de papel, TOT, Se criança governasse o mundo, que se tornaram bastante conhecidas do público e receberam importantes premiações como: Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro (1994, 2001, 2005); Prêmio APCA - Associação Paulista dos Críticos de Arte (1990, 1993); Prêmio da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (1987, 1990, 1993, 1998, 2001); Prêmio da Associação Brasileira de Escritores (1997). São, ao todo, 20 livros, sendo 15 infantis. Alguns publicados em inglês e espanhol. Um deles (Se criança governasse o mundo) já está disponível em versão eletrônica. Tanta produção coloca Marcelo Xavier como o autor de maior vendagem do selo Formato, da Editora Saraiva.

A aproximação com o público infantil acabou promovendo um intenso envolvimento do autor com a Arte Educação, sobretudo, nas oficinas de modelagem para crianças e professores realizadas por todo país. Nelas, Marcelo busca mostrar os caminhos encantados e extremamente simples da modelagem com massinha. Os participantes são estimulados, pela observação das ilustrações tridimensionais dos livros, a se entregarem a um exercício de criação individual, fazendo um boneco de massinha a partir das orientações do autor.

"Os livros são um encontro que o autor marca com o leitor, esperando que ele compareça. Se o encontro acontece, pode nascer uma forte ligação entre eles. Marquei meu primeiro livro encontro com as crianças em 1987. Ele se chamava O dia a dia de Dadá e era um livro de imagens, sem texto. Os pequenos leitores compareceram e a tal 'forte ligação' aconteceu. Outros livros vieram, sempre com ilustrações tridimensionais, feitas com massa de modelar e fotografadas. A modelagem é uma paixão antiga. Na minha infância, eu usava barro para fazer bonecos. Depois que secavam ao sol, eram pintados com aquarela. A partir dos encontros com as crianças de várias partes do país, em oficinas de modelagem, posso garantir que elas sabem das coisas e das não coisas. Crianças pensam com o coração, e têm soluções incríveis para todos os problemas. Por isso, e por puro amor, eu voto nelas!".

Contato: 31 9997-05162contato@marceloxavier.art.br





em governador valadares
sarau do psia: 7 anos,
com o poeta marcelo rocha


Sarau do Psia completa 7 anos, celebrando a felicidade de que no interior de Minas Gerais a poesia tem um público pra chamar de seu.

No dia 14 de julho, às 19 h, na Praça dos Pioneiros, durante a Festa das Flores, será realizada a 77ª edição do Sarau do Psia, encontro literário que acontece há sete anos em Governador Valadares, cidade de quase 280 mil habitantes situada no Leste de Minas Gerais.

Criado pelo poeta Marcelo Rocha em julho de 2010, o Sarau do Psia promove mensalmente em bares valadarenses o encontro de poetas e não poetas no município de Governador Valadares, estimulando o interesse pela poesia, a interação e o protagonismo da comunidade através de atividades de declamações de poemas, varais poéticos e música, contribuindo para a formação de um público amante da poesia na cidade.

O Sarau do Psia é o único sarau literário em atividade realizado periodicamente na cidade e região do Vale do Rio Doce e usa a oralidade para fazer com que a literatura chegue até as pessoas que se deslocam de diversos bairros da cidade para participar do encontro. Com isso, tem reunido a cada mês, num mesmo local, crianças, jovens, adultos, idosos, pessoas de diversas classes sociais, crenças e escolaridade.

No segundo semestre de 2017 o Sarau do Psia expandirá suas ações para a zona rural de Governador Valadares, graças ao apoio recebido pelo Fundo Estadual de Cultura, que possibilitará a realização do Circuito Sarau do Psia em distritos valadarenses.

Para a edição de aniversário, a programação contará com as tradicionais declamações de poemas feitas por poetas locais e promoverá o Intercâmbio Poético Musical Brasil X Guiné-Bissau, momento em que o público será presenteado com a presença no mesmo palco do lançamento do grupo Verso do Avesso e da apresentação de músicos guineenses.

O grupo Verso do Avesso, criado no Sarau do Psia, conta em sua formação com o poeta Marcelo Rocha (Voz/Violão/Composições/Declamações), Maurício Mansú (Violão/Arranjos), Gui Ramalho (Violão/Voz/Arranjos). No repertório do grupo, consta poemas de poetas do Sarau do Psia musicados por Rocha e poemas declamados entre uma música e outra.

Para Marcelo Rocha, o Sarau do Psia tem servido pra contrariar as estatísticas e fortalecer o poder do sonho. "O sarau tem sido uma forma de resistência. De resistir a uma ideia errada de que o povo não gosta de poesia. O que temos presenciado nesses sete anos é que, com muita luta e persistência, a poesia tem mostrado que é uma balada muito interessante e que em Governador Valadares temos sim um público que gosta de poesia. O sarau vem realizando um sonho de todo artista e evento cultural, que é o de ter um público pra chamar de seu. De conseguir construir uma relação de amor e identificação sincera com a comunidade".

Sobre o Instituto Psia
O Instituto Psia é uma associação cultural que realiza ações de incentivo à leitura e promoção da poesia em Governador Valadares/MG, desde julho de 2010. Dentre as ações realizadas, se destacam, além, do Sarau do Psia, os projetos "Poesia sim, violência não", "Campanha de Popularização da Poesia" e "Um poema em cada árvore".

Mais informações à imprensa:
(33) 98809-0229 (WhatssApp) – Instituto Psia
(33) 99989-7588 – Marcelo Rocha




em belo horizonte
sarau da palavra:
leandro alves & rogério salgado


Dia 15 de julho, de 11 h às 14 h, Leandro Alves conversa com Rogério Salgado, poeta, com 42 anos de carreira literária e muitas histórias pra contar. O convidado especial é o músico e compositor Cristiano Lima. Após o bate-papo, microfone aberto ao público.

Local: Livraria Ouvidor Savassi
Rua Fernandes Tourinho, 253 - Savassi
Tel.: 31 3221-7473




em são paulo
a tradução literária e seus
espaços de ação







intelecção de textos
em línguas estrangeiras