19 de abr de 2016

em são paulo
itaú cultural: literatura de par em par:
noemi jaffe & joão bandeira,
eliane robert moraes & fernando paixão




Dias 20 e 27 de abril, quartas-feiras, 20h, o Itaú Cultural promove encontros sobre Literatura, abertos ao público, com escritores, poetas e professores,

Confira abaixo a programação com os perfis dos palestrantes e temas que serão debatidos.

Entrada franca. Não há inscrição antecipada. Ingressos distribuído na bilheteria do teatro, 30 minutos antes do início da atividade [247 lugares].

Data: 20 de abril (quarta-feira)
Horário: 20h às 21h30
Local: Sala Itaú Cultural – Av. Paulista, 149 [próximo ao metrô brigadeiro]
Nome do evento: EXPERIÊNCIA E EXPERIMENTO
Palestrantes: Noemi Jaffe e João Bandeira

Descritivo: A experiência pode ser algo que vai se acumulando ao longo dos anos, a partir do que se passa em nossas vidas. Melhor ainda, naquelas ocasiões que se destacam do fluxo geral – a experiência da literatura, por exemplo. Ao mesmo tempo, é a possibilidade de arriscar coisas novas, recursos inéditos ou que ainda não foram completamente explorados, a experimentação. Afinal, a literatura não envolve apenas "sobre" o que se escreve, mas, principalmente, "como" escrever o que se imagina e o que há no mundo, incluindo nós mesmos. Noemi Jaffe e João Bandeira, ambos escritores, com atuação também em outras áreas do conhecimento, vão conversar sobre os vários sentidos da experiência, no tempo passado e no tempo do agora.

Palestrantes
Noemi Jaffe - É doutora em literatura brasileira, escritora e crítica literária. Publicou, entre outros, Todas as Coisas Pequenas (Hedra, 2005), O Que os Cegos Estão Sonhando? (Ed. 34, 2012), A Verdadeira História do Alfabeto (Companhia das Letras, 2012, vencedor do Prêmio Bienal de Brasília), Irisz: as Orquídeas (Companhia das Letras, 2015) e, recentemente, Livro dos Começos (Cosac Naify, 2015). É professora de escrita criativa da Casa do Saber e crítica dos jornais Valor Econômico e Folha de S. Paulo.

João Bandeira - É mestre em literatura brasileira, poeta, crítico e curador de artes visuais do Centro Maria Antonia - USP. Publicou Princípio da Poesia (Entretempo, 1991), Dial (ed. do autor, 1995), Rente (Ateliê Editorial, 1997) e, recentemente, Quem Quando Queira (Cosac Naify, 2015). Curou exposições de Nuno Ramos e Cildo Meireles, entre outras, traduziu poemas de Joan Brossa e organizou as coletâneas 40 Escritos e Outros 40 (Iluminuras, 2000 e 2014), de Arnaldo Antunes, com quem participou do grupo Poemix em espetáculos multimídia.


Data: 27 de abril (quarta-feira)
Horário: 20h às 21h30
Local: Sala Itaú Cultural
Nome do evento: FORMAS DE CORPO NA POESIA
Palestrantes: Eliane Robert Moraes e Fernando Paixão

Descritivo: Como ler o corpo no corpo do poema? Tomando essa questão como ponto de partida, Eliane Robert Moraes e Fernando Paixão propõem um diálogo em torno das diversas formas e figuras poéticas que interrogam aspectos particulares do corpo humano. Interessados em abordar os trânsitos entre o alto e o baixo na lírica, em especial a amorosa e a erótica, cada qual se apropriará de uma vertente: ele, a do corpo velado, e ela, a do corpo desvelado. Para tanto, serão analisados poemas de autores brasileiros e portugueses do século XX.

Palestrantes
Eliane Robert Moraes - É professora de Literatura Brasileira na FFLCH da Universidade de São Paulo (USP), e pesquisadora do CNPQ. Entre suas publicações destacam-se diversos ensaios sobre o imaginário erótico nas artes e na literatura, além da tradução da História do Olho, de Georges Bataille (Cosac & Naify) e da organização de uma Antologia da Poesia Erótica Brasileira (Ateliê). É autora, dentre outros, dos livros: O Corpo impossível — A decomposição da figura humana, de Lautréamont a Bataille (Iluminuras/FAPESP, 2002), Lições de Sade — Ensaios sobre a imaginação libertina (Iluminuras, 2006) e Perversos, Amantes e Outros Trágicos (Iluminuras, 2013). Atualmente, desenvolve pesquisa sobre o erotismo literário brasileiro.

Fernando Paixão -  Teve longa carreira como editor profissional na Editora Ática: nessa área, organizou Momentos do livro no Brasil (1995, Prêmio Jabuti). Em 2009, ingressou na carreira acadêmica e, desde então, leciona literatura no Instituto de Estudos Brasileiros, da USP. No ensaísmo, publicou Narciso em sacrifício (2003), sobre a obra poética de Mário de Sá-Carneiro, e Arte da pequena reflexão (2014), dedicado ao gênero do poema em prosa. Foi convidado como visiting scholar em algumas universidades estrangeiras como Universidade de Berkeley (2005), Universidade da Califórnia de Los Angeles (2009) e Universidade Nova de Lisboa (2014). Além da atividade acadêmica, dedica-se à poesia, com seis livros publicados. Em 2015, lançou o livro de poemas Porcelana Invisível (2015).




solilóquios:
homenagem a shakespeare
direção hermano leitão


[na foto a atriz luana martins]

Homenagem em memória dos 400 anos da morte de Shakespeare

Dia 20 de abril, quarta-feira, às 21h acontece uma homenagem em memória aos 400 anos da morte de William Shakespeare com a peça Solilóquios de Shakespeare no Teatro Bibi Ferreira. Única apresentação. Sob a direção de Hermano Leitão, os atores apresentam monólogos de William Shakespeare extraídos das peças Como Gostais, Hamlet, Otelo, Cleópatra e Antonio, Trabalhos de Amor Perdidos, Romeu e Julieta, Henrique V e O Mercador de Veneza. Produção: Tchesco Produções Artísticas. O ingresso será 1 kg de alimento não perecível a ser destinado às vítimas em estado de carência das enchentes no município de Caieiras.

Elenco: Claudiane Carvalho, Gabriel Monteiro, Luana Martins Roger Rodrigues, Rogerio Favoretto, Rudy Serrati e Viviane Esteves.

O desenvolvimento desse trabalho com desenvoltura crescente tem raiz em estudo verticalizado de textos de Shakespeare articulado em planejamento de longo prazo e estratégia de visibilidade. A intermediação desses textos é realizada por um arauto em proscênio que chama Hamlet, Iago, Antonio, Edmundo, Shylock e outros personagens a exibirem seus respectivos solilóquios.

Hermano Leitão é advogado, ator, autor e diretor de teatro. Escreveu as ficções: Lula da Silva, pragmático ou desnudo? e Tratado sobre a Burrice ao Alcance de Todos; a não ficção Brasil, Nação sem Caráter; as peças: O Acidente da Perua (escrita em 1999 e encenada em 2000 no Teatro Ruth Escobar e em 2004 no Teatro do Centro da Terra), As Mulheres de Cássia (escrita em 2000 e encenada em 2001 no Teatro Bibi Ferreira e em 2004 no Teatro do Centro da Terra), O Homem que Fala com a... (escrita e encenada em 2003 no Teatro Ruth Escobar e em 2004 no Teatro do Centro da Terra), Almas Perfumadas (escrita em 2002 e encenada no Tablado, Rio de Janeiro), Os Transketeiros (escrita em 2003 em coautoria com Thiago Gomes, lida no Teatro do Centro da Terra em 2004), Almas Suspeitosas (escrita em 2004 em coautoria com Edson Navarro, encenada em 2008 no Teatro do Centro da Terra), Holly Wood Actors (escrita em 2005 em coautoria com Gabriel Monteiro, encenada em 2006 no Teatro do Centro da Terra), Spray do Amor (escrita em 2006 e encenada em 2008 no Teatro Brigadeiro), Cavalheiros de Shakespeare (escrita em 2003, encenada no Café Teatro em junho e julho de 2005), Os Três Venenos (escrita em 2007); Neny Hotel Inn (escrita em 2009, apresentada no Teatro de Centro da Terra em 2010 e no Teatro Ruth Escobar e Teatro Bibi Ferreira em 2011); Shakespearando, também traduzida para o inglês sob o título Shakinspiring or Shakespearing, inédita; e a Tele Comédia (sitcom) Almas Suspeitosas em vinte capítulos para televisão/ cinema, exibida no Arteplex Frei Caneca em 2010. Solilóquios de Shakespeare no Teatro Bibi Ferreira em comemoração aos 450 anos de nascimento do Bardo e temporada no Teatro Maria Della Costa. Autor da web série Mulheres de Cássia, exibida em capítulos no Youtube em 2014. Em 2015, escreveu e dirigiu a peça Questão de Direito, que dramatizou casos sobre Direito civil, penal, constitucional, tributário, eleitoral e de família, dos consumidores são contextualizados e expostos para compreensão das leis aplicadas.

Ficha técnica
Peça Solilóquios de Shakespeare
Texto: William Shakespeare
Direção: Hermano Leitão
Elenco: Claudiane Carvalho, Gabriel Monteiro, Luana Martins Roger Rodrigues, Rogerio Favoretto, Rudy Serrati e Viviane Esteves.
Produção: Tchesco Produções Artísticas

Serviço
Apresentação única: 20 de abril de 2016.
Horário: Quarta-feira, às 21h
Local: Teatro Bibi Ferreira
Endereço: Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 931 - Bela Vista
Telefone: (11) 3105-3129
Horário de atendimento: de 14h às 22h
Duração: 50 min
Gênero: drama
Classificação: 12 anos
Ingresso: 1 kg de alimento não perecível a ser destinado às vítimas em estado de carência das enchentes no município de Caieiras.




em santo andré
sarau poético e musical:
casa da palavra
rubens jardim & cia.